Escola Latino Americana de Agroecologia realiza feira da Agrobiodiversidade

Escola Agroecologia

Em celebração aos quatro anos da Escola Latino Americana de Agroecologia (ELAA), fundada em agosto de 2005, neste sábado (19/09) será realizada a I Feira da Agrobiodiversidade, no assentamento Contestado, município da Lapa (a 70 km de Curitiba). Local onde se encontra instalada a Escola. Durante a feira os participantes também comemoram os 25 anos do MST e os 10 anos do assentamento Contestado, onde 108 famílias se encontram assentadas.

Em julho deste ano, a Escola foi sede da I Plenária Nacional da FUP, onde cerca de 300 trabalhadores rurais e do setor petróleo, debateram conjuntamente questões sobre soberania nacional e a unidade da classe trabalhadora que foram os principais temas da plenária.

A festa será realizada na sede da ELAA, e terá início às 9h, com mística de abertura: apresentando a trajetória de luta do assentamento e de construção da Escola, em seguida estão previstos debates sobre a história do MST e a importância da agrobiodiversidade e agroecologia. Às 11h acontece o ato de instalação da Feira; às 13h almoço gratuito para todos os participantes e na parte da tarde será realizada a socialização de experiências em agrobiodiversidade e atividades culturais.

José Maria Tardin, da coordenação executiva da Escola, comenta que a feira não é apenas um momento de confraternização pelas conquistas, mas também de socialização de experiências e de estudo sobre os avanços necessários.

“A biodiversidade tem sido objeto de interesse das grandes empresas que se apropriam através das leis de patente impedindo assim o livre acesso à biodiversidade por parte das famílias camponesas. A feira tem então o objetivo de planejar nossas lutas pra enfrentarmos esse domínio do mercado sobre a agrobiodiversidade”, diz.

A ELAA, mantida pelos movimentos que integram a Via Campesina formou no mês de maio deste ano os primeiros 52 tecnólogos em agroecologia do Brasil. Atualmente, outros 70 educandos dão continuidade ao curso. O início de funcionamento da terceira turma está previsto para o mês de outubro.

A Escola foi criada a partir de uma parceria entre a Via Campesina, o governo da Venezuela, governo do Paraná, UFPR e o MST, para possibilitar a estruturação de uma rede de intercâmbio entre os camponeses
latino-americanos e defender a soberania alimentar dos povos.

I Feira da Agrobiodiversidade
Data: 19 de setembro de 2009
Horário: 9h
Local: Escola Latino Americana de Agroecologia (ELAA), no Assentamento Contestado, município da Lapa (a 70 km de Curitiba).

Fonte: Portal do MST.

About these ads

3 Responses to “Escola Latino Americana de Agroecologia realiza feira da Agrobiodiversidade”


  1. 1 Manoel agosto 25, 2011 às 7:45 pm

    Queria saber quando é o término da terceira turma. Manoel ferreira

  2. 2 camilo gallego dezembro 6, 2010 às 2:06 pm

    eu quero estudar na escola latinoamericada de agroecologia.

    como hago?

  3. 3 Camilo Gallego dezembro 5, 2010 às 3:36 pm

    Hola a todos estoy interesado en entrar a estudiar en la escola de agroecologia en brasil, quiero saber cuales son los requisitos y cada cuanto son la convocatorias muchas gracias

    Camilo Gallego


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





 

Este é um espaço reservado para denúncias de práticas antissindicais, assédios e ataques a direitos.

JP no Twitter

Estatísticas

  • 105,041 hits

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: