Petros reduz taxa de administração de 6% para 4% conselheiros eleitos votam contra

A ANAPAR – Associação Nacional dos Participantes de Fundo de Pensão destacou no seu boletim 318 a posição dos Conselheiros Eleitos pelos participantes para a Petros, apoiados pelos sindicatos divisionistas (Yvan Barreto, Paulo Brandão, Ronaldo Tedesco) que votaram contra a queda da taxa de administração.

Fica a pergunta da categoria: Os interesses de quem está sendo defendido?

Confira o Boletim da ANAPAR:

A PETROS reduziu a taxa de administração de seus planos de benefícios, de 6% para 4% sobre as contribuições pessoais e patronais. A redução foi proposta pela Diretoria de entidade e aprovada pelo seu Conselho Deliberativo, a partir de análise de projeção de receitas e despesas elaborada pelas áreas técnicas da entidade. Esta redução deve ser comemorada pelos participantes pois implica um custo menor para o participante e, nos planos de Contribuição Definida ou Variável, permite maior acúmulo de reservas, garantindo ao participante um benefício maior.

O principal patrocinador da PETROS é a Petrobras, mas a entidade é multipatrocinada e administra vários planos de benefícios, inclusive o Anaparprev, plano instituído pela Anapar. A redução da taxa de administração vale para todos os planos.

A redução da taxa de administração do Anaparprev foi decidida pelo Conselho Deliberativo no início do mês de agosto. Três conselheiros eram favoráveis e outros três, contrários à redução, e a pauta foi decidida pelo voto de qualidade, do presidente do Conselho indicado pela Petrobras. Infelizmente, um assunto de tamanha importância foi decidido por um mecanismo que é combatido por todos os participantes e suas entidades de classe.

Outro aspecto constrangedor acompanha esta decisão: votaram a favor da redução os conselheiros indicados pela patrocinadora e contra a redução os conselheiros eleitos pelos participantes, justamente aqueles a quem estes deveriam defender. Dentre os conselheiros eleitos, há associados fundadores da Anapar.

A Anapar lamenta o voto dos companheiros.

Fonte: Boletim ANAPAR 318

Anúncios

2 Responses to “Petros reduz taxa de administração de 6% para 4% conselheiros eleitos votam contra”


  1. 1 Adauto agosto 29, 2009 às 1:53 pm

    Depois dessas providências tomadas, ainda há possibilidade de ocorrer algo desagradáveis ou negativas?

  2. 2 Chico Zé agosto 28, 2009 às 10:41 am

    Companheiros do Blog Juventude Petroleira,

    Espero que esses camaradas peçam para sair, temos claro o desastre que eles representam na condução da estidade, por isso venho afirmar a necessidade e responsabilidade na divulgação de todos os passos contrários dessa turma.

    Parabens companheiros…….


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





 

Este é um espaço reservado para denúncias de práticas antissindicais, assédios e ataques a direitos.

JP no Twitter

Estatísticas

  • 148,848 hits

%d blogueiros gostam disto: