Vale a pena reproduzir!

Artigo publicado no blog do jornalista Paulo Henrique Amorim sobre a verdadeira batalha da CPI da Petrobrás.

O pré-sal é a  zona do agrião”, como dizia o João Saldanha.
O pré-sal –  que a Petrobrás descobriu no Governo Lula, viu Miriam ? – vai fazer do Brasil uma potência do petróleo.
Tipo Rússia, Iraque, Venezuela …
Os tucanos queriam, primeiro, que a Petrobrás ficasse inteira, sem que se criasse uma nova estatal.
Por quê ?
Porque era mais fácil vender a Petrobrás inteira, do que duas Petrobrás.
O Zé Pedágio assumia a Presidência e, numa canetada, criava a Petrobrax – uma empresa inteira, única.
E vendia a Petrobrás noutra canetada.
E junto com a Petrobrax iam o pré-sal e todas as reservas estratégicas do Brasil.
Não se perdia tempo com uma nova estatal, só para cuidar do pré-sal.
E para que um “fundo trabalhista”, para acabar com a miséria ?
Nada disso, a ONG da D. Ruth resolve o problema da miséria melhor do que ninguém …
Os tucanos querem vender a Petrobrás no sistema “porteira  fechada”,  “turn key” – você paga e leva tudo o que está lá dentro.
Fazer o que o Zé Pedágio iria fazer “iria”, porque nunca será Presidente: vender o Bolsa Família à WalMart, como me disse um político mineiro.
Os tucanos do Senado (como o apoio moral dos DEMOS, esses pilares da moral e da virtude na vida pública (**)querem concluir a obra do Farol de Alexandria, que achou que tinha quebrado o monopólio da Petrobrás na exploração.
Não conseguiu: a Petrobrás ficou com a parte do leão, porque é competente …
A segunda aspiração dos tucanos é manter no pré-sal o sistema de exploração por “concessão”.
Na concessão, a União concede – dá área ao que vencer a licitação e tem uma parcela dos resultados.
É um regime de exploração em áreas de alto risco.
No pré-sal, a concessão significaria entregar um bilhete premiado a quem recebesse a concessão.
Já se sabe que lá em baixo tem óleo, e muito.
Por isso que o Governo Lula escolheu o regime de “partilha”.
E assim será, daqui em diante, em todas as áreas estratégicas.
O petróleo é da União.
E o Governo explora com um sócio.
E fica com a parte gorda do bilhete premiado.
Para combater a miséria.
Os tucanos (com o apoio sobretudo moral dos DEMOS, esses baluartes da probidade) criaram a CPI da Petrobrás.
Como tentaram impedir que Vargas criasse a Petrobrás.
Os tucanos tiveram apoio decisivo do PiG (***).
Da mesma forma, Assis Chateaubriand, O Globo, Roberto Campos, a UDN, o Estadão – todos eles militaram fervorosamente na campanha para entregar o petróleo brasileiro aos estrangeiros.
Na época, diziam: o Brasil não tem petróleo.
Deixa a Esso explorar.
Hoje, dizem.
O Brasil tem muito petróleo.
Deixa a Exxon explorar.
Essa é uma batalha antiga.
A CPI da Petrobrás é para derrubar o Presidente Lula.
Para desconstruir a Petrobrás.
Para tomar o pré-sal.
Para vender o pré-sal aos que contratam as palestras do Farol e pagam US$ 50 mil (mais o aluguel do jatinho).

Anúncios

1 Response to “Vale a pena reproduzir!”


  1. 1 marluzio agosto 28, 2009 às 8:03 pm

    É bastante agradável ver o nível de assuntos neste blog, parabéns a todos.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





 

Este é um espaço reservado para denúncias de práticas antissindicais, assédios e ataques a direitos.

JP no Twitter

Estatísticas

  • 153,611 hits

%d blogueiros gostam disto: