Sexta-feira 13 de mobilizações: basta de mortes e acidentes

Na quinta-feira,12, mais um trabalhador terceirizado perdeu a vida, após acidente na empresa. Só este mês foram três mortes em função da política de insegurança da Petrobrás

Um dia antes das mobilizações desta sexta-feira 13 nas unidades do Sistema Petrobrás, mais um trabalhador terceirizado morreu, vítima de acidente na empresa. Há apenas três meses na empreiteira Azevedo Travasso, o soldador Antônio Jales de Oliveira, 41 anos, não resistiu à gravidade dos ferimentos causados por um acidente ocorrido no dia 03, durante a obra de construção do Gasbel 2, gasoduto no estado do Rio de Janeiro, que ligará Volta Redonda a Santos Dumont, em Minas Gerais. Ele estava internado no CTI, pois foi atingido no abdome por um cabo de aço e teve vários órgãos perfurados. Nesta quinta-feira, 12, o soldador Antônio Jales faleceu, após nove dias lutando para viver.

É a quinta morte este ano no Sistema Petrobrás, todas com trabalhadores terceirizados. Só neste mês de novembro, foram três acidentes fatais seguidos. No dia primeiro, o mecânico da Perbrás, Marco Antônio Faustino Fonseca, 46 anos, morreu durante acidente no campo de produção do Alto do Rodrigues (Rio Grande do Norte). No dia 03, o auxiliar de serviços gerais Rodrigo Gomes Oliveira, 32 anos, funcionário da Limp Tec, foi vítima de acidente a bordo de um navio, na Bacia de Campos. Sua empresa presta serviço à Siem Consub, que é contratada da Petrobrás, ou seja, uma relação de quarteirização.

Nos últimos dez anos, ocorreram 196 mortes por acidentes de trabalho no Sistema Petrobrás, sendo que 163 com trabalhadores terceirizados. Quando não matam, os acidentes mutilam, queimam, perfuram, eletrocutam. Se escapam desta barbárie, os trabalhadores ainda correm o risco de engrossar a lista dos que adoecem, devido à exposição a agentes químicos e nocivos. A política de SMS da empresa, que deveria proteger a vida e zelar pela segurança dos trabalhadores, tem como eixos a terceirização de riscos e a produção acima de tudo. Uma gestão marcada por mortes e acidentes e pela impunidade e complacência com os responsáveis.

Chega de Mortes no Sistema Petrobras

Chega de mortes no Sistema Petrobras!

Anúncios

0 Responses to “Sexta-feira 13 de mobilizações: basta de mortes e acidentes”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





 

Este é um espaço reservado para denúncias de práticas antissindicais, assédios e ataques a direitos.

JP no Twitter

Estatísticas

  • 145,843 hits

%d blogueiros gostam disto: