PEC das 40 horas pode ser definida nesta terça

6ª Marcha da Classe Trabalhadora em Brasilia.As centrais sindicais voltam a se encontrar com as lideranças partidárias da Câmara dos Deputados nesta terça-feira (9), para tentar definir uma data para a votação da emenda constitucional que diminui a jornada semanal de trabalho de 44 para 40 horas, sem redução de salários. Empresários ainda tentam emperrar as discussões.
O presidente da Casa, Michel Temer (PMDB/SP), assumiu o compromisso de marcar a audiência na quarta-feira (3), após consulta aos líderes. Ele disse também que vai intensificar a conversa com parlamentares da bancada empresarial, para aparar arestas e abrir caminho para a aprovação negociada da proposta. O deputado sinalizou que pode defender que a redução da jornada ocorra gradualmente, para superar as resistências do empresariado.

Temer disse também que vai intensificar a conversa com parlamentares da bancada empresarial, para aparar arestas e abrir caminho para a aprovação negociada da proposta.

O deputado sinalizou que pode defender que a redução da jornada ocorra gradualmente, para superar as resistências do empresariado.

O novo líder do Governo, Cândido Vaccarezza (PT/SP), também apontou a necessidade de negociar com os empresários uma forma escalonada de implementar a redução da jornada.

Obstrução

Segundo o líder do PDT, Dagoberto Nogueira Filho (MS), os empresários têm que se acostumar com a carga semanal de 40 horas.

A bancada do PDT decidiu que após o carnaval vai obstruir as deliberações do plenário, até o presidente da Câmara marcar a data de votação da emenda.

Ele disse que a obstrução da pauta “é uma forma que encontramos para pressionar a presidência da Câmara e os demais líderes”.

O líder do PDT prometeu ainda conversar com os outros partidos que apoiam a proposta para reforçar a medida.

“O projeto das 40 horas surgiu das Centrais Sindicais de comum acordo. Pela primeira vez, elas tiveram unidade em seu pleito”, ressaltou.

Benefícios

Além de reduzir a jornada, a emenda vai remunerar as horas extras em 75% a mais que as comuns. Estimativas do Dieese apontam que a medida tem potencial para gerar mais de dois milhões de novos empregos.

A PEC precisa obter ao menos 308 votos favoráveis em plenário.

Com informações do Diap e da Agência Brasil

fonte: http://portalctb.org.br/site/index.php?option=com_content&Itemid=&task=view&id=8556 (Portal CTB)

Esta pode não ser uma preocupação da categoria petroleira, já contemplada com as 40 horas semanais para o regime administrativo, porém  é um ponto crucial para toda classe trabalhadora brasileira. Por este motivo, devemos nos engajar nessa luta e exigir a redução da jornada.

“Reduz pra 40 que o Brasil aumenta!”

0 Responses to “PEC das 40 horas pode ser definida nesta terça”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





 

Este é um espaço reservado para denúncias de práticas antissindicais, assédios e ataques a direitos.

JP no Twitter

Estatísticas

  • 142,561 hits

%d blogueiros gostam disto: