P-36 Uma Lição que a Petrobrás insiste em ignorar

Naufrágio P-36

Nove anos se passaram e as mortes no Sistema Petrobrás continuam acontecendo.

Até quando os trabalhadores terão suas vidas ceifadas para que se cumpra o que já está no papel.

Abaixo o link de matéria sobre a P-36 realizada em 15/05 no heliporto do farol de São Thomé.

http://in360.globo.com/rj/noticias.php?id=8388

´´Sejam sempre capazes de sentir profundamente qualquer injustiça praticada contra qualquer pessoa em qualquer parte do mundo. Essa é a qualidade mais linda de um revolucionário.´´

Che Guevara


Anúncios

1 Response to “P-36 Uma Lição que a Petrobrás insiste em ignorar”


  1. 1 Grubba abril 5, 2010 às 12:22 pm

    Devemos lutar para não deichar que ocorra o retorno de um governo neo-liberal, para que acidentes como este voltem a ocorrer.
    Pois o governo dos Tucanos sucatearam a Petrobras para tentar sua privatisação, que só não ocorreu graças aos valorosos companheiros petroleiros que se mobilizaram com uma greve de 35 dias que possibilitou a manutenção da Petrobras como empresa Estatal (apesar de que aquele governo ter conseguido quebrar o monopolio estatal do petróleo e ter aberto o seu capital).
    A mesma Petrobras que no governo Tucano-Neoliberal era tachada como fadada ao insucesso que onerava as contas do país, hoje é a segunda empresa de todas as Américas e responsável pelo exelente momento que este país vive, financiando o PAC e possibilitando que o Brasil atravessa-se com tranquilidade a maior crise do capitalismo desde o Crash de 29, gerando 1 milhão de empregos de carteira assinada.
    Para matermos este crescimento da economia com distribuição de renda e os projetos sociais devemos eleger a companheira Dilma, que tem compromisso com o Brasil e o seu povo e que não se submeteria aos interesses do Capital interncional em detrimento do ineteresse popular.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





 

Este é um espaço reservado para denúncias de práticas antissindicais, assédios e ataques a direitos.

JP no Twitter

Estatísticas

  • 145,843 hits

%d blogueiros gostam disto: