José Saramago, nosso e presente!

Não se deve começar um texto com ressalvas e desculpas, mas nada do que possa escrever está à altura desse personagem. Muito menos em escrevendo com dor. Uma dor multiplicada, pois a sensação da perda de um “imprescindível” é sempre do tamanho da humanidade.

E a humanidade, semana passada, acordou empobrecida, órfã de um comunista generoso, enorme e, melhor que tudo, humano.

Bastaria o Saramago escritor para que a chama de sua lembrança fosse eterna, a nos iluminar com suas invenções: a doce Blimunda Sete-Luas, do “Memorial do Convento”, a aprender que a vontade é que nos faz voar; o Fernando Pessoa que se desilude com o fascismo assistindo canhoneios no Tejo, do Alto de Santa Catarina, no “Ano da morte de Ricardo Reis”; o Soldado Raso medieval de “História do Cerco de Lisboa”, que se recusa a cortar os pescoços que beijara, e motiva o revisor Raimundo Benvindo Silva a passar a viver; o Jesus que no momento final pede aos homens que perdoem a Deus e a seus planos desditosos e desumanos, em seu “Evangelho”; a Mulher do Méd ico, que aponta o caminho para fora do neoliberalismo, no “Ensaio sobre a cegueira”, e que deve ser assassinada para que a barbárie predomine, no “Ensaio sobre a lucidez”; o anacrônico Oleiro, para o qual o mundo-shopping não guarda lugar na “Caverna”; a Morte que, invejosa dos homens, ama, se apaixona, e se permite “Intermitências”…

Mas Saramago foi mais do que o escritor. Foi presença gratuita em todas as mesas de denúncias em que chamado, lutador incansável por um novo mundo. Foi um ser humano completo.

Somos menos humanos sem ele. Mas essa falta se suprirá sempre, cada vez que permitirmos que uma única das muitas chamas de seu fogo nos toque os corações.
Normando Rodrigues

Anúncios

0 Responses to “José Saramago, nosso e presente!”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





 

Este é um espaço reservado para denúncias de práticas antissindicais, assédios e ataques a direitos.

JP no Twitter

Estatísticas

  • 151,538 hits

%d blogueiros gostam disto: