Um conveniente faz-de-conta

“Qualquer semelhança com outras unidades operacionais desta empresa é mera coincidência”

Editorial do Sindipetro-NF

 

*Faz-de-conta que o SMS na Bacia de Campos é um exemplo.

*Faz-de-conta que não ocorreu interdição em outras duas plataformas (P-27, P-35) além de P-33.

*Faz-de-conta que as normas são seguidas à risca e não servem de biombo para esconder a insegurança.

*Faz-de-conta que as linhas em PVM-2 não estão vazando uma atrás da outra e que dá para esperar a parada em abril.

*Faz-de-conta que as certificações garantem que tudo está sendo bem tratado e não há descaso.

*Faz-de-conta que os acidentes não estão sendo subnotificados, que acontecem muito poucos acidentes e que os índices de acidente zero com produção total estão prestes a ser atingidos.

*Faz-de-conta que a explosão em P-19 foi um casinho menor que não mereceu atenção.

*Faz-de-conta que os trabalhadores das Namorado estão em paraísos em alto mar e  que não há assédios nem insegurança.

*Faz-de-conta que no incêndio em PCH-2 tudo funcionou corretamente e que não pode ser considerado de grandes proporções.

*Esse faz-de-conta é conveniente e serve bem a imagem que a empresa busca em suas propagandas na TV. Uma Petrobras reconhecida mundialmente pela capacidade de seu quadro técnico e por sua preocupação permanente com a segurança das pessoas e do meio ambiente. Uma empresa cidadã, respeitada, admirada e socialmente responsável.

*Fora da Petrobras quase todos acreditam nesse faz-de-conta. As imagens muito bem trabalhadas convencem o grande público de que nessa empresa tudo é moderno, limpo e eficiente.

*Dentro da empresa existem três grupos distintos de acordo como reagem ao faz-de-conta. O primeiro, o diminuto grupo dos que crêem fielmente nesse faz-de-conta. O segundo é composto por um punhado de espertos que fingem que acreditam. E a grande maioria compõe o grupo dos que conhecem bem a realidade e não se deixam enganar pelo faz-de-conta.

*Sabem separar a parte verdadeira das propagandas da TV, da qual também sentem orgulho, da tremenda guerra que é travada no seu interior para garantir trabalho digno e seguro.

*A categoria petroleira conhece bem a tarefa que tem pela frente para mudar a realidade de insegurança, das condições precárias de saúde e dos assédios e truculências que não fazem parte desse faz-de-conta, mas estão presentes no seu dia-a-dia. Denunciar, denunciar e denunciar.

0 Responses to “Um conveniente faz-de-conta”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





 

Este é um espaço reservado para denúncias de práticas antissindicais, assédios e ataques a direitos.

JP no Twitter

Estatísticas

  • 142,561 hits

%d blogueiros gostam disto: