1° DE MAIO CLASSISTA

O Primeiro de Maio é um dia de comemoração, mas, acima de tudo, de luta. É uma data para os trabalhadores reivindicarem melhores condições de vida e trabalho  e reafirmarem as organizações sindicais como principais instrumentos de luta classe trabalhadora. Por isso, na terça-feira, a CUT, CTB e demais centrais sindicais classistas ocuparão as praças e avenidas do país para reafirmar as lutas por ampliação dos direitos trabalhistas, contra a precarização gerada pela terceirização, por mais e melhores empregos, distribuição de renda e um país com justiça social e cidadania plena.

Mais do que um feriado internacional, o Primeiro de Maio é uma data eminentemente classista, que resgata a histórica greve de 1886 dos trabalhadores de Chicago, nos Estados Unidos, pela redução da jornada diária de trabalho de 13 para 8 horas. O movimento foi violentamente reprimido e seus líderes, condenados à morte. A Internacional Socialista instituiu a data como um marco na história da classe trabalhadora.
Apenas dois países no mundo não reconhecem o caráter classista do Primeiro de Maio: os Estados Unidos e a Austrália.  Nos EUA, a data é tratada como o “Labor Day”, Dia do Trabalho, que nada tem a ver com o a luta ideológica dos operários de Chicago. Já a Austrália realiza a homenagem ao trabalhador em diferentes datas, que variam de acordo com as regiões do país.

0 Responses to “1° DE MAIO CLASSISTA”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





 

Este é um espaço reservado para denúncias de práticas antissindicais, assédios e ataques a direitos.

JP no Twitter

Estatísticas

  • 140,306 hits

%d blogueiros gostam disto: