GREVE DE 24 HORAS

Os trabalhadores Petroleiros cruzaram os braços por 24 horas. O movimento, por enquanto,  é apenas um alerta para as empresas do Sistema Petrobras. Nós exigimos a definição de regras claras para o pagamento de nossa Participação nos Lucros e Resultados.

A paralisação começou na tarde de domingo, 27, com o corte da rendição nos turnos da Recap (Mauá/SP) e da Repar (Paraná). Às 23 horas, foi a vez dos trabalhadores da Refinaria de Manaus (Reman) aderirem a greve. Nas demais unidades da Petrobrás e subsidiárias, a greve convocada pela FUP teve início à zero hora desta segunda-feira, 28, e segue forte até a meia noite, unificando os petroleiros na luta por uma PLR justa e democrática.

O Conselho Deliberativo da FUP se reunirá nesta quarta, 30 de janeiro, para definir os próximos passos dessa campanha. Caso o processo de negociação com a Petrobrás e o Governo não avance, os Petroleiros têm mostrado disposição para entrar em uma greve por tempo indeterminado.

Autor da Guarge - Bira. Fonte: http://www.sindipetroprsc.org.br

Autor da Charge – Bira. Fonte: http://www.sindipetroprsc.org.br

Anúncios

0 Responses to “GREVE DE 24 HORAS”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





 

Este é um espaço reservado para denúncias de práticas antissindicais, assédios e ataques a direitos.

JP no Twitter

Estatísticas

  • 145,911 hits

%d blogueiros gostam disto: