“Vocês blogueiros e nós do Wikileaks, estamos de mãos dadas”, afirma Kristinn Hrafnsson

Dois dos palestrantes internacionais mais esperados foi o porta voz do Wikileaks, Kristinn Hrafnsson e o jornalista e criados do Le Monde Diplomatique, Ignácio Ramonet. O debate também teve a colaboração da fundadora da agência de jornalismo investigativo pública, Natália Viana e da blogueira gaúcha, Tatiane Pires. O jornalista e blogueiro, Luiz Nassif, além de ter contribuído com sua vasta experiência na blogosfera, também mediou a mesa do debate.

Hrafnsson contou a história do Wikileaks, falou sobre a “lacuna” que se formou no jornalismo nos últimos dez anos, onde a informação foi facilmente manipulada e a importância do Wikileaks para preecher esta lacuna com informações transparentes.  O ativista também falou do risco que correram em trabalhar em conjunto com grandes veículos da mídia tradicional como New York Times e The Guardian, e que se pudessem começar novamente teriam feito os acordos diretamente com jornalistas e não com as empresas de comunicação.

Em seguida, Hrafnsson alertou a importância dos veículos de comunicação alternativos. “Eles normalmente não estão atrelados a nenhum tipo de governo e não estão ligados financeiramente a grandes corporações, geralmente são mais críticos e comprometidos com a qualidade da informação”, disse.

Finalizou dizendo que os blogueiros são parte fundamental neste novo processo da comunicação. E afirmou ainda que futuramente eles poderão ser colaboradores do Wikileaks. “Vocês blogueiros e nós do Wikileaks estamos de mãos dadas, em poucos anos o futuro será definido e nós precisamos fazê-lo com transparência”.

“A explosão das novas mídias foi uma das coisas mais importantes já acontecidas na comunicação”, afirmou Ignácio Ramonet. De acordo com ele, as novas mídias estão colocando a profissão do jornalista em crise de identidade. “O jornalista já não sabe mais para quê ele trabalha, as mídias tradicionais perderam seu monopólio da informação para os blogueiros”. Mas alterou “muitos blogueiros não estão contra o conservadorismo, pelo contrário, há muitos blogueiros reacionários e conservadores”.

Em seguida, Hrafnsson falou alertou a importância dos veículos de comunicação alternativos. “Eles normalmente não estão atrelados a nenhum tipo de governo e não estão ligados financeiramente a grandes corporações, geralmente são mais críticos e comprometidos com a qualidade da informação”, disse.

Finalizou dizendo que os blogueiros são parte fundamental neste novo processo da comunicação. E afirmou ainda que futuramente eles poderão ser colaboradores do Wikileaks. “Vocês blogueiros e nós do Wikileaks estamos de mãos dadas, em poucos anos o futuro será definido e nós precisamos fazê-lo com transparência”.

“A explosão das novas mídias foi uma das coisas mais importantes já acontecidas na comunicação”, afirmou Ignácio Ramonet. De acordo com ele as novas mídias estão colocando a profissão do jornalista em crise de identidade. “O jornalista já não sabe mais para quê ele trabalha, as mídias tradicionais perderam seu monopólio da informação para os blogueiros”. Mas alterou “muitos blogueiros não estão contra o conservadorismo, pelo contrário, há muitos blogueiros reacionários e conservadores”.

Com informações de Blogueiros do Mundo

Anúncios

1 Response to ““Vocês blogueiros e nós do Wikileaks, estamos de mãos dadas”, afirma Kristinn Hrafnsson”


  1. 1 Eliseu Pinto Teixeira outubro 29, 2011 às 4:30 pm

    Quem temo bom hábito de ler sabe o que ler como agir com os concervadores


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





 

Este é um espaço reservado para denúncias de práticas antissindicais, assédios e ataques a direitos.

JP no Twitter

Estatísticas

  • 151,538 hits

%d blogueiros gostam disto: